Em formação

Como começar a praticar boulder

Como começar a praticar boulder


Antes considerado um mero treinamento para escaladores, o boulder continua crescendo em popularidade como um desafio em si mesmo. Veja como começar.

O APELO DE BOULDERING é claro: relativamente pouco equipamento é necessário, quase nenhum conhecimento técnico é necessário e o acesso é geralmente simples. Além disso, o boulder permite que os escaladores se concentrem em técnicas específicas, desafiando sua força física e oferecendo a oportunidade de estilos de escalada mais dinâmicos.

Obtenha o equipamento

Você não precisa de muitos equipamentos para começar a fazer boulder, mas existem algumas coisas que são necessárias.

Em primeiro lugar, é um bom par de sapatos específicos para escalada. Enquanto algumas pessoas conseguem escalar longos percursos no ginásio e até ao ar livre usando tênis, o boulder requer posicionamentos precisos dos pés, apenas possíveis com sapatos de escalada reais.

Outra coisa absolutamente necessária é uma boa plataforma de rocha, ou “plataforma de choque”. As almofadas anti-colisão têm uma camada fina de espuma dura, geralmente de 1 polegada de célula fechada, na parte inferior, e uma camada mais espessa de espuma macia, geralmente 3-4 polegadas de célula aberta, na parte superior. A almofada protege o patamar abaixo da rocha.

A única outra necessidade é uma bolsa para segurar um pouco de giz de ginástica, que pode estar solto ou contido em uma bola de giz.

Segurança em primeiro lugar: aprenda como identificar

Quando você está começando a escalar, não é uma boa ideia escalar sozinho. Encontre um amigo e seja diligente em detectar um ao outro.

Ao detectar, encontre uma postura sólida, estenda as mãos e coloque os polegares ao lado da mão para evitar obstruções. Siga a escaladora com seus olhos e corpo durante todo o tempo em que ela estiver escalando.

Lembre-se de que o objetivo de detectar não é pegar um escalador em queda. Em vez disso, tente direcioná-los de modo que caiam na almofada de proteção primeiro. Acima de tudo, ajude a evitar que caiam de cabeça para baixo.

Encontre um problema

Como as subidas são mais curtas do que as "rotas" e levam algum tempo para serem descobertas, elas são chamadas de "problemas". Assim como as rotas de escalada, os problemas de rochas são classificados com base em sua dificuldade.

Na América, uma “escala V” é usada. V0 é o mais fácil, V1 um pouco mais difícil e assim por diante. Na Europa, é usada a escala francesa, que gradua as notas por letra e número.

Por exemplo, um V2 na América é quase o mesmo que um 6a na Europa, um V3 como um 6a + e um V4 como um 6b.

As avaliações de dificuldade são complicadas na escalada. Eles variam de lugar para lugar e até mesmo de pedra para pedra.

As diferenças de capacidade, condicionamento e físico podem fazer com que um problema de rocha pareça "mais fácil" ou "mais difícil".

O melhor conselho é começar devagar e ir subindo lentamente. Somente o tempo e a experiência permitirão que você suba um determinado grau com confiança.

Consiga mais informação

Se você está procurando ir além do básico, sua academia de escalada local é um ótimo lugar para começar. Cada ginásio de escalada agora oferece boulder interno e a equipe e outros escaladores poderão direcioná-lo para áreas ao ar livre populares.

Se você quiser ler mais, dê uma olhada Better Bouldering, escrito por um dos pais do bouldering americano, John Sherman.

Em última análise, a parte mais atraente do bouldering é sua liberdade inerente e a maneira única como permite que você interaja com o ambiente local. Desamarrado por uma corda ou engrenagem, você está livre para escalar o que quiser, no seu próprio ritmo. É fácil para escaladores com habilidades dramaticamente diferentes escalar um ao lado do outro, cada um encontrando seus próprios desafios.

Portanto, aprenda o básico, pegue o equipamento e saia. As rochas estão esperando.


Assista o vídeo: PAREDE DE ESCALADA CASEIRA, saiba como fazer #EmCasa