Interessante

Como realmente conhecer os habitantes locais na estrada

Como realmente conhecer os habitantes locais na estrada


Estou frequentemente envolvido em discussões com pessoas ansiosas para compartilhar histórias sobre a última aventura de sua vida. Uma pergunta que costumo fazer é “Você conheceu algum local?” Muitas pessoas lançam uma desculpa rapidamente:

Eu estava em uma visita guiada e não tive a chance de conhecer ninguém”Ou“Eu não falo a língua deles”Ou“Eu estava na praia o tempo todo“.

Mas como alguém espera aprender sobre uma nova cultura se não se misturar com os habitantes locais? Para realmente ter uma noção de uma cultura estrangeira, é essencial.

É verdade que conhecer pessoas locais pode ser intimidante e difícil, já que você está no país por um período muito limitado; no entanto, isso não deve impedi-lo de sair e explorar a vida cotidiana. Museus e locais históricos ensinam história, mas a cultura atual só pode ser compreendida observando-se o dia a dia dos habitantes locais.

Viajar deve ser sobre mergulhar no inesperado - é sobre fazer novos amigos, falar novas línguas, deixar sua zona de conforto para trás e se abrir para um novo mundo.

É a população local que vai lhe dar uma verdadeira visão sobre sua cultura, acompanhá-lo a locais de entretenimento autênticos e apontar os melhores restaurantes (restaurantes locais - não lugares caros que atendem aos turistas).

Aqui estão algumas dicas úteis que o ajudarão a interagir com os habitantes locais e se abrir para um país estrangeiro.

Aprenda o básico do idioma antes de sair

É uma boa ideia aprender algumas frases básicas no idioma de seu destino. Escolha um guia de auto-estudo pelo menos duas semanas antes de sua partida e pratique algumas frases de conversação essenciais. Você aumentará sua confiança e o conhecimento o ajudará a interagir melhor com os habitantes locais.

A série “Teach Yourself” oferece livros do iniciante ao avançado em vários idiomas. Eles me ensinaram o básico de italiano e espanhol, e eu os achei muito simples, claros e diretos ao ponto.

Busque seus hobbies no exterior

Que hobbies você tem? Envolva-se em atividades que você goste enquanto estiver em um país estrangeiro. Descubra se eles são oferecidos em seu destino.

Por exemplo, se você gosta de fotografia, entre em contato com um clube de fotografia no local que pretende visitar. Se você vai regularmente à academia, pesquise onde elas estão localizadas. Desta forma, você ainda estará envolvido em uma atividade que goste e terá a chance de conhecer alguns locais que pensam como você.

Faça algumas lições

Cada país é especializado em algo que chama de seu. Eles oferecem aulas para moradores e turistas para introduzir uma arte ou esporte específico.

Por exemplo, você pode assistir a uma aula de origami em Tóquio ou, se estiver na Espanha, ter uma aula de flamenco. Se você está na França (e tem bolsos fundos), vá esquiar com um professor particular. Na Argentina encontre uma escola de tango, porque quando a noite cai, você precisa mostrar sua paixão.

Descubra qual é a nova tendência em alta e estude com os habitantes locais.

Evite armadilhas para turistas

Pare um pedestre local e pergunte onde você pode encontrar uma boa refeição.

Quando chegar ao seu destino, faça como os habitantes locais. Evite restaurantes com menus traduzidos em três idiomas diferentes. Na verdade, evite tudo o que é apresentado em inglês, a menos que você esteja em um país anglófono.

Coma onde os habitantes locais comem. Encontre um lugar desconhecido, deixe sua zona de conforto para trás e mergulhe na cena local de bares e restaurantes. É aqui que suas habilidades básicas do idioma irão se destacar. Dica extra: pare um pedestre local e pergunte onde você pode encontrar uma boa refeição.

Pule as excursões guiadas em ônibus

Use o transporte público para chegar ao seu destino - isso o ajudará a se misturar com os habitantes locais ou sentar e observar sua vida cotidiana e interações.

Contar com o transporte público dá a você mais tempo e liberdade para explorar a cidade em seu próprio ritmo. Isso vai economizar dinheiro e forçá-lo a iniciar conversas, já que você terá que comprar sua própria passagem de trem / ônibus, encontrar o caminho para a estação e descobrir onde descer.

Nem sempre é fácil sair da sua zona de conforto e pegar um ônibus público em um país estrangeiro, mas se você se esforçar para interagir com os habitantes locais, você abre a porta para uma experiência verdadeiramente memorável.

Lusine Stepanian obteve seu BA em Comunicações antes de decidir explorar a Europa. Viver, trabalhar e estudar na França, Inglaterra, Itália, Espanha e Alemanha ensinou-lhe não só a cultura e a beleza da Europa, mas também cerca de sete línguas. Lusine atualmente trabalha como agente de viagens e escreve regularmente para a Voice Magazine e para seu blog de viagens.


Assista o vídeo: Quer conhecer verdadeiramente uma pessoa?