Diversos

The Dude permanece: O significado de "The Big Lebowski" 10 anos depois

The Dude permanece: O significado de


Dez anos atrás, o último filme dos Coen Brothers despencou nas bilheterias.

ENTÃO, NOS ANOS que se seguiram, algo engraçado aconteceu: esse mesmo filme se tornou, nas palavras da Rolling Stone, “a comédia mais adorada de sua geração”.

Esse filme foi chamado de 'The Big Lebowski' - e em seu décimo aniversário, tenho o prazer de anunciar que finalmente sei por que eu, e muitos outros frequentadores do teatro, não entendi muito bem quando o Cara entrou pela primeira vez em nosso telas.

Então, por que a mudança dramática na popularidade?

Como tantos gênios, o Cara estava simplesmente à frente de seu tempo.

De acordo com Andy Greene da Rolling Stone, o Cara representa tudo o que ansiamos no mundo pós-Y2K.

Claro, esses anseios existiam em 1998, mas antes do 11 de setembro, Blackberries e reality shows, eles não eram tão poderosos ou tão afiados.

Greene escreve:

No início de Lebowski, o narrador (um cowboy chamado Stranger, interpretado por Sam Elliott) entoa: "Às vezes há um homem que, bem, ele é o homem para seu tempo e lugar." A estranha verdade é que esse homem - o Cara - pode ter estado uma década à frente de seu tempo.

Hoje, à medida que a tecnologia nos algema cada vez mais a horários e compromissos - no tempo que você leva para ler isto, você perdeu três e-mails -, há algo reconfortante em um personagem de quarenta e poucos anos que explodirá uma noite deitado na banheira, ficando chapado e ouvir uma fita de áudio do canto das baleias.

Ele não é um homem do século 21 ... The Dude não se preocupa com um emprego, um salário, um 401 (k) e definitivamente não um iPhone. O cara simplesmente é, e ele está feliz.

David Hagland, da Slate, concorda que ‘Lebowski’ estava à frente de seu tempo, mas vê a relevância do filme hoje em termos ainda mais específicos. Os irmãos Coen, ele argumenta, criaram de forma precisa e misteriosa o tipo de personagem que mais tarde dominaria a política americana:

The Dude é realmente um personagem fantástico. Dez anos depois, porém, o papel mais marcante do filme pertence a John Goodman, como Walter Sobchak: um veterano do Vietnã um tanto maluco e o melhor amigo e parceiro de boliche do Cara.

Assistindo The Big Lebowski em 2008, fica claro que apreciar Walter é essencial para entender o que os irmãos Coen estão fazendo neste filme, que é mais astuto, mais político e mais presciente do que muitos de seus fãs reconheceram. Talvez seja porque Walter, com seus gritos de retidão do Velho Testamento e seu militarismo profundamente enraizado, é um tipo americano que mal foi registrado no cenário da cultura pop há 10 anos.

Ele é um neoconservador.

Pegue um White Russian e clique nesses links - vale a pena ler os dois ensaios na íntegra.

Ah, e é claro que você precisará de música de fundo! Wired oferece a saudação definitiva de 21 faixas a "The Big Lebowski".

Feliz aniversário, Jeffrey Lebowski.

Já em 1998, você nos conhecia melhor do que nós mesmos.


Assista o vídeo: Hidden Meaning in The Big Lebowski Earthling Cinema