Interessante

10 dicas para locais de trabalho independentes

10 dicas para locais de trabalho independentes


Foto: mangpages

Os trabalhos independentes de localização permitem que profissionais com experiência na web abram um escritório virtual em qualquer lugar do mundo.

No ano passado arrumei meu trabalho como web designer em mais de 20 países e trabalhei o mesmo trabalho que fazia quando estava em casa. Vamos voltar - eu tinha acabado de me formar na América e comecei um trabalho como web designer para uma empresa de automóveis. Depois de alguns meses, percebi que não havia motivo para ir ao escritório todos os dias e abordei meu chefe sobre alternativas ao plano normal.

Eu ainda queria trabalhar para eles e havia adquirido muita confiança no empregador, então simplesmente perguntei: “Preciso estar aqui todos os dias?” A transição para a independência local começou comigo três dias por semana, passando meu tempo livre fazendo viagens rodoviárias até a Baja Califórnia ou pescando nas montanhas de Oregon. Contanto que eu ficasse em um hotel com internet sem fio ou parasse em um café o tempo suficiente para fazer algum trabalho, estava tudo bem.

O arranjo progrediu rapidamente para semanas de trabalho de um e dois dias e, finalmente, minha situação atual: metas de produção semanal com estrutura livre em termos de horas e dias por semana.

Interessado em iniciar seu escritório móvel? Aqui estão 10 dicas para ter sucesso no controle remoto.

1. Comece devagar.

Não se aproxime de seu chefe atual com planos de uma mudança permanente para as Filipinas sem antes testar as águas. Ainda tento voltar para a cidade uma vez a cada quatro ou seis meses, apenas para informar ao meu escritório que ainda sou uma pessoa real.

2. Calcule a economia de custos: é bom para todos.

Ter um corpo a menos no escritório reduz os custos de seguros e serviços públicos. As pessoas tendem a trabalhar de maneira muito mais inteligente quando não precisam fazer algo que pareça trabalho oito horas por dia.

Você precisará vender bem sua proposta se quiser aproveitar a vida fora do escritório. Menos custo, menos consumo de recursos e um aumento na produção: trabalhar remotamente é bom para o seu empregador!

3. Planeje com antecedência.

A desvantagem de trabalhar durante a viagem é que você está sempre trabalhando. Se você tem um prazo para fazer ou um projeto que precisa ser concluído, não será adiado para que você possa visitar o Louvre ou ter mais uma noitada em Praga. Planeje cronogramas de trabalho com antecedência para evitar complicações e garantir produtividade consistente.

4. Mantenha a disciplina.

Muitas pessoas perdem seus empregos no exterior porque não conseguem lidar com toda a liberdade. Remova as paredes dos cubículos e substitua-as pelas praias de Biarritz ou caminhadas à beira-mar em Cinque Terre e será um pouco mais difícil de trabalhar. Trate-o como uma cenoura na frente do nariz. Está tudo lá para você brincar, mas não antes de terminar seu trabalho.

5. Lide com o estresse.

Não consigo contar quantas vezes quase tive colapsos nervosos com base em uma Internet irregular e não confiável no exterior.

Não consigo contar quantas vezes quase tive colapsos nervosos com base em uma Internet irregular e não confiável no exterior. Conheça a situação de antemão e planeje com antecedência. As coisas vão ficar estressantes no começo, mas tente desacelerar. Respire e relaxe. Pelo menos você não está no escritório, certo?

6. Aumente a produção.

Com a única exceção real sendo as vendas baseadas em comissões, quase todo mundo poderia trabalhar mais duro do que eles. Assim que você conseguir que seu chefe lhe dê uma chance de liberdade externa, mostre a ele que, sem as distrações diárias de seu ambiente de trabalho normal, você pode fazer muito mais.

Tente não citar o quanto você odeia o local como motivo do aumento de produtividade. Melhores bodes expiatórios são fugir do deslocamento diário, um ambiente de trabalho mais silencioso e maior felicidade devido a mais tempo com a família.

7. Comunique-se.

Nenhum emprego no mundo vai permitir que você trabalhe remotamente, a menos que você reserve um tempo para deixar seu empregador saber no que você está trabalhando, quando estará disponível e quais são seus planos futuros. Trabalhar remotamente força você a se comunicar de forma clara e eficaz em um ambiente exclusivamente tecnológico. Se você não puder fazer isso, estará de volta ao escritório em pouco tempo.

8. Desenvolva fontes alternativas de renda.

Sair do escritório e ficar em movimento é ótimo até que seu chefe decida que você está se divertindo muito e decida encerrar suas férias prolongadas. Nem sempre haverá trabalho.

Desenvolva uma conta poupança na qual você possa contar quando precisar, mas também trabalhe para gerar renda passiva recorrente. Comece um blog, venda sua fotografia, escreva para revistas online de viagens.

9. Venda suas habilidades.

Se você tiver uma profissão especializada, como web design, design gráfico, redação ou lei de patentes, também poderá passar o tempo no exterior procurando trabalho. Encontre projetos paralelos interessantes para empresas em seu novo país de residência e use-os como uma oportunidade para aprender sobre a cultura local e práticas comerciais.

Conheça pessoas locais que você provavelmente não conheceria em um bar. Se as coisas derem certo, você pode encontrar outro emprego móvel para trazer com você - ou pelo menos uma boa referência!

10. Aproveite seu tempo livre.

Muitas vezes me lembro de passar tanto tempo trabalhando e me estressando com os prazos que me esqueci do motivo de estar fazendo tudo isso. Faça o seu trabalho com rapidez e eficiência no início da manhã e SAIA.

Vá explorar onde quer que esteja. Vá a um museu, leia um livro no parque, vá à praia, faça o que você quiser fazer - nada está lá para impedi-lo mais.

Conexão com a comunidade:

Como fazer uma viagem parecer boa em um currículo
Como encontrar um cibercafé em qualquer lugar do mundo


Assista o vídeo: 10 dicas de como deixar sua casa mais segura! - Momento Crítico