Diversos

Sentindo a sensação de uma Olympus E-P1

Sentindo a sensação de uma Olympus E-P1


Road Warrior Megan Wood atualiza para uma câmera micro quatro terços em Belize.

EU SOU UM ESCRITOR, NÃO um fotógrafo. Mas eu estava cansado de voltar para casa de viagens com fotos decepcionantes tiradas com minha câmera compacta. Quando descobri que iria passar três meses em Belize, soube que era hora de agir. Consultei um amigo com uma empresa de fotografia e disse a ele que queria algo leve, acessível e fácil de usar que me proporcionasse fotos nítidas.

Sua solução? A Olympus E-P1, uma micro câmera de quatro terços com um sistema de lentes intercambiáveis ​​que é quase um híbrido entre uma DSLR e uma "apontar e disparar". Eu pesquisei no Google e fiquei imediatamente impressionado com sua aparência elegante; essa câmera é sexy.

Um novo com lentes intercambiáveis ​​custa cerca de 800 dólares, mas achei uma usada na Amazon com a lente por US $ 350 e fiz meu pedido. Flashes externos, lentes diferentes e um visor são vendidos separadamente.

O que é uma câmera micro de quatro terços?

Uma câmera de sistema micro quatro terços não tem um mecanismo de espelho e prisma como uma DSLR.
Há vantagens nisso: lentes de câmera menores, visor mais brilhante em condições de pouca luz, profundidade de campo mais profunda.
E contras: trocar as lentes pode expor o sensor à poeira, nenhum visor óptico através da lente, e o sensor é menor, o que pode significar imagens de qualidade inferior.

As especificidades

* Câmera digital com sistema de lentes intercambiáveis: Micro Four Thirds System Lens
* Usa sensor Live MOS, com aproximadamente 13.060.000 pixels
* A distância focal da lente é 14-42 mm
* Som com imagens estáticas e áudio de filme
* Flash externo
* SD do cartão de memória SDHC
* Gravação digital, JPEG e dados RAW
* Vem em prata ou branco (o branco tem um custo extra)

No início, fiquei intimidado pelas lentes removíveis e pelo enorme menu de configurações. Não é a câmera mais intuitiva e o manual em PDF tem mais de 100 páginas. Mas depois de cinco minutos de filmagem, fiquei impressionado com os 12 megapixels de clareza, foco automático e capacidade de tirar fotos rápidas.

Agora que estou em Belize com a Olympus EP1, estou começando a me sentir mais confortável com ela. Solidamente construído, mas com 11,8 onças não adiciona muito peso à minha mochila e é confortável pendurado no meu pescoço por horas. Tenho filmado intermitentemente por dez dias com a mesma carga de bateria, o que é ideal para o tipo de viagem que estou fazendo - geralmente fico sem eletricidade.

Ainda estou brincando com as configurações, mas passei do uso da configuração automática para as várias configurações manuais: pouca luz, praia, noite, panorama. Existem muitas opções que eu nem comecei a explorar, como vídeo HD, múltiplas exposições e captura de múltiplos aspectos.

Agora sou um escritor com ótimas fotografias.


Assista o vídeo: Cheap Camera Review - The tiny but mighty Pentax Q Q-S1