Em formação

Um guia rápido para trocas e aluguel de casas

Um guia rápido para trocas e aluguel de casas


Foto de destaque por Donnaphoto. Foto acima por órfão.

Por que alugar um quarto de hotel quando você pode ter uma casa inteira? Veja como.

Você já passou as manhãs de férias andando às voltas com um pequeno quarto de hotel, tentando não acordar sua família adormecida e se sentindo claustrofóbica? Não tem que ser assim. Em sua próxima viagem, você pode ter um apartamento inteiro - ou mesmo uma casa - para vocês. Enquanto algumas pessoas cochilam, outras podem estar longe, assistindo ao nascer do sol no terraço ou preparando um café com leite na cozinha.

E aqui está a melhor parte: em muitos casos, você pode conseguir um apartamento ou casa por menos do que o custo de um quarto de hotel. Se você estiver disposto a fazer uma troca de casa, você pode até ficar de graça.

Foto de Wolfgang Staudt.

Alugue uma casa de férias.

Você pode alugar diretamente de um proprietário, mas para tranquilidade - especialmente se este for seu primeiro aluguel - considere trabalhar com uma locadora que forneça um contato local que pode ajudá-lo se você perder sua chave ou quebrar a máquina de lavar louça.

Aqui estão algumas outras dicas:

  • Restrinja o tipo de imóvel que deseja: urbano ou rural, apartamento ou casa, luxuoso ou rústico.
  • Identifique o seu destino. Em uma cidade, concentre-se em alguns bairros.
  • Encontre uma agência especializada no seu destino ou tipo de residência. Peça recomendações de amigos e depoimentos de empresas. Na América do Norte, verifique o registro da empresa com o local Better Business Bureau.
  • Identifique os seus obstáculos. Quanto menos você tiver, mais fácil será encontrar um lugar, mas seja realista. Se você valoriza o silêncio e o espaço, não reserve um apartamento estúdio em Manhattan.
  • Faça muitas perguntas. Esclareça o que está incluído - você pode precisar trazer seus próprios lençóis ou pagar por ligações locais. Pergunte sobre o trânsito e as lojas nas proximidades.
  • Tenha cuidado com o pagamento. A maioria das agências de aluguel por temporada é legítima, mas existem fraudadores. Se possível, negocie um pequeno depósito e pague o restante somente depois de ver a propriedade. Não use serviços de notícias como o Western Union, que são populares entre os golpistas. Use um cartão de crédito com um limite baixo, envie um cheque sacado em uma conta com saldo pequeno ou pague seu depósito via PayPal.

Agora que dei todas as advertências assustadoras, vou terminar com uma nota otimista: aluguei apartamentos de agências em três continentes - Aloj Argentina em Buenos Aires, Metro-Home em Nova York e Paris Best Lodge em Paris - e nunca teve um problema.

Foto de brighterworlds.

Organize uma troca de casa.

Você também pode trocar sua casa por outra em outro lugar. Você terá menos flexibilidade do que em um aluguel por temporada, já que suas opções dependem de quem deseja viajar para o seu local e quando.

Pelo lado bom, você pode descobrir um lugar que nunca pensou em visitar antes. Abundam as histórias de swappers que tinham seus corações fixos em Londres, mas se divertiram fabulosamente em York.

Como você encontra alguém para trocar? A maneira mais simples é por meio de um site de troca. Se você já assistiu ao filme de Kate Winslet, The Holiday, saberá como isso funciona: pague uma taxa de inscrição, cadastre sua casa, navegue na lista de propriedades disponíveis e faça a conexão. (Kate usou um site chamado Home Exchange.)

Não é um pouco assustador permitir que estranhos entrem em sua casa? Se você é tímido e extremamente orgulhoso da casa, a resposta provavelmente é sim. A troca de casas exige certa despreocupação.

A chave é a comunicação frequente entre você e seu anfitrião. Quando você colocar a chave na fechadura de sua casa temporária, provavelmente já terá trocado vários e-mails e telefonemas. Então, em essência, você não é mais realmente “estranho”.

Aqui estão algumas outras dicas para uma troca de casa bem-sucedida.

  • Assim como acontece com um aluguel, seja honesto sobre os impedimentos do negócio e certifique-se de entender o que está incluído. (A gama de inclusões e exclusões é ainda mais ampla com uma troca. Seu anfitrião pode lhe dar as chaves do carro, mas também pode querer que você alimente seus gatos.)
  • Defina as datas da troca com antecedência - e por escrito.
  • Seja honesto sobre os prós e contras da sua casa e verifique as reivindicações dos swappers. Em particular, verifique o endereço. Esse apartamento “no coração de Nova York” pode estar a meio caminho de Albany.
  • Dê as boas-vindas aos seus convidados. Certifique-se de que sua casa está impecável e bem conservada. Liberte algum espaço para as roupas dos seus convidados. Deixe muito sabão e lençóis limpos. Escreva um guia para sua vizinhança.
  • Guarde objetos de valor e itens frágeis - fora do local, se necessário.
  • Diga a seus vizinhos que alguém ficará em sua casa, para que eles não suspeitem que você tem ladrões. Nada diz “bem-vindo” com menos clareza do que uma visita da polícia.

CONEXÃO COMUNITÁRIA:

Ainda não tem certeza se uma troca de casa é para você? Confira 6 motivos convincentes para tentar uma troca de casa.


Assista o vídeo: 17 Coisas que deve saber antes de Alugar um Imóvel que são o terror das IMOBILIÁRIAS